23 de fevereiro - 2018  

FCK concreto e MPa: afinal, o que é?

Na hora de comprar o concreto ideal para a sua obra, podem surgir algumas dúvidas que vão fazer toda a diferença para o aproveitamento dos materiais e para o seu resultado final. Existem vários tipos de concreto, e eles se diferem pela sua composição e também por siglas muito utilizadas na engenharia civil: o Fck do concreto e o MPA.

Essas siglas podem não dizer muito, mas saber o Fck do concreto faz toda a diferença na hora de comprar o concreto usinado e usá-lo na construção de forma segura, eficaz e sem frustrações.

Quer saber o que é o Fck do concreto e como esse conceito impacta na obra e na compra desse produto? Então continue a leitura para saber mais!

O que é o Fck do concreto?

O cálculo estrutural para a execução de uma estrutura, seja ela uma laje, um muro ou qualquer outra, exige que o engenheiro responsável tenha algumas variáveis em mãos para a correta elaboração de um projeto. Uma dessas variáveis é o Fck do concreto.

O Fck do concreto é a sua resistência característica à compressão, e a unidade de medida usada para definir os seus valores é o Mega Pascal, abreviado para MPa.

Então, é necessário fazer uma pequena observação para fins de segmentação antes que possamos prosseguir com a discussão. O Fck do concreto é o conceito, o número que indica a sua resistência característica à compressão e que é utilizado nos cálculos estruturais. O MPa é a unidade de medida usada para exprimir esses valores.

Em todo e qualquer projeto estrutural é obrigatória a indicação do Fck do concreto e ele deve ser informado à concreteira para orçamento, produção e fornecimento do tipo correto do concreto.

Essa parte foi entendida? Então vamos para a próxima:

Como é feito o cálculo do Fck do concreto?

Fck do concreto e MPa: afinal, o que são?

O cálculo do Fck do concreto é simples e deve ser feito pelo engenheiro responsável pela obra. Imagem: Storyblocks.

O Fck do concreto é obtido através de um cálculo simples, disponibilizado com exatidão pela ABNT para que o concreto seja produzido corretamente pelas empresas produtoras de concreto usinado e outras aplicações, tais como tubos pré moldados, artefatos de cimento, etc.

Primeiro, é necessário moldar corpos de prova com amostra do concreto produzido, desformá-los após 24 horas e deixá-los em cura por 28 dias. Nesta idade, retirá-los da cura, secá-los e retificá-los para retirada de imperfeições ou rugosidades em suas faces inferior e superior. Após essas etapas, colocar os corpos de prova numa prensa e aplicar uma carga gradualmente sobre eles, até rompê-los.

Atingida a carga máxima, é necessário dividi-la pela área do topo de prova em cm². Com isso, teremos um valor em kgf/cm², que deve então ser dividido mais uma vez por 10 para se atingir o Kck do concreto em MPa.

É um cálculo simples, não é? Entendê-lo é muito importante para os produtores de concreto e também para os engenheiros, que precisam realizar testes para comprovar que resistência à compressão do concreto usado na obra é o correto e que esteja de acordo com o especificado no projeto estrutural, algo que se relaciona diretamente com a durabilidade e a segurança da estrutura.

Mas iremos falar mais sobre a importância de identificar o Fck do concreto corretamente no próximo tópico. Continue a leitura para saber mais!

Por que é preciso saber a resistência do concreto?

Fck do concreto e MPa: afinal, o que são?

Calcular a resistência à compressão do concreto é essencial para a segurança da obra. Imagem: Storyblocks.

Primeiramente, há a questão do cálculo estrutural. Você precisa saber qual é o Fck do concreto nesses casos porque a estrutura está sempre submetida a um carregamento, e pode não suportá-lo com um Fck mais baixo do que o recomendado, além de sofrer maiores deformações.

Pense no teste para a verificação da resistência do concreto, onde é preciso colocar um corpo de prova em uma prensa e aplicar uma carga gradualmente. Um prédio não está em uma prensa, mas a própria gravidade, o movimento das pessoas no seu interior e peso dos móveis contribuem para que ele esteja constantemente sofrendo pressões. Se o Fck do concreto não for o correto, a estrutura irá eventualmente apresentar trincas ou fissuras e até poderá ruir.

Por isso, é importante que a empresa que irá vender o concreto usinado para as obras também se atente ao cálculo necessário e para os procedimentos de alcance do Fck ideal. O traço do concreto normalmente é o que define a resistência à compressão do concreto, mas o tipo do cimento, o volume de água para se alterar a plasticidade do concreto e outros pontos também influenciam nesse índice.

Os engenheiros, especificam e utilizam o Fck do concreto para o cálculo estrutural, mas também precisam executar os ensaios previstos nas Normas Técnicas para testar a procedência do concreto usinado usado na obra.

Avanços a Resistência à Compressão do Concreto

Quanto maior o Fck do concreto, maior sua resistência à compressão. Isso normalmente se traduz em prédios maiores e estruturas mais esbeltas e que vencem maiores vãos que, até tempos atrás, eram completamente inadmissíveis.

Isso porque o entendimento pela importância da resistência do concreto e de como é realizado o seu cálculo abriu portas para que ele pudesse ser testado à exaustão, sendo que, quando os estudos começaram, conseguia-se cerca de 14 MPa, uma diferença bem grande com o que já conseguimos hoje, com a resistência à compressão do concreto  podendo ultrapassar valores superiores a 100 MPa ou 1.000 Kgf/cm².

Mas tudo isso só é possível com um cimento de qualidade e com profissionais dedicados no trabalho, então fique atento: sempre execute os testes normativos para saber o Fck do concreto e somente trabalhe com cimento de qualidade! Uma última dica: quanto mais água se adiciona ao concreto, menor é a sua resistência à compressão ou seu Fck.Esse post te ajudou? Esperamos que sim! Confira nossa página no Facebook e fique por dentro de mais dicas sobre construção e decoração!