20 de setembro - 2017  

Como calcular a inclinação de telhado certa para a obra?

Se você já construiu ou está construindo uma casa, sabe que durante esse processo é necessário passar por diversas etapas, e nenhuma pode ser ignorada ou mal calculada, desde o assentamento do piso até a inclinação de telhado.

A inclinação de telhado deve ser calculada com atenção para evitar problemas futuros. Imagem: florida roofs

Sem uma inclinação de telhado ideal, o morador pode enfrentar vários problemas estruturais no futuro, além de diversos prejuízos que ele nem imaginava que poderia sofrer. Por isso, é muito importante realizar um cálculo confiável da inclinação de telhado.

Pensando nisso, vamos tratar sobre a inclinação de telhado neste artigo, mostrar como ela deve ser calculada e explorar a sua importância para a segurança da obra. Continue a leitura para saber mais!

Por que é importante definir a inclinação de telhado?

O telhado tem diversas funções na casa: proteger os moradores do frio e do calor excessivos, de ventos, poluição, entre outros, mas a mais importante de todas as funções com certeza é a proteção contra a chuva.

A inclinação de telhado existe para que seja possível escoar toda a água da chuva com segurança, evitando goteiras e infiltrações em sua casa. Essas duas causam diversos problemas, como curtos circuitos, mofo e até riscos à integridade física dos moradores.

Para evitar esses problemas e os gastos futuros para repará-los, procure sempre um profissional capacitado para realizar o cálculo da inclinação de telhado ideal.

Calcular a inclinação de telhado correta evita goteiras, infiltrações e mofo. Imagem: Bakers Roofing of Wrexham

Além disso, a inclinação de telhado também protege o seu investimento com as telhas, que – se não forem impermeáveis – vão se desgastar mais rápido e quebrar com o acúmulo de água.

Como calcular a inclinação de telhado ideal?

O cálculo de inclinação de telhado deve ser realizado já no começo do projeto, antes mesmo da obra começar, pois assim você consegue ter uma visão maior de como será a estrutura da residência, ao mesmo tempo em que garante ter a inclinação de telhado ideal.

Quando o cálculo é deixado para depois, a estrutura pode não levar em consideração o telhado e a sua inclinação, o que é um grande fator para cálculos errados e problemas futuros.

Calcular a inclinação de telhado no começo do projeto evita erros de cálculo. Imagem: Peak Roofing

Neste tópico, vamos falar sobre os principais pontos que devem ser levados em consideração na hora de calcular a inclinação de telhado:

A unidade de medida

Normalmente, usa-se a porcentagem para calcular a inclinação das telhas, já que é muito complicado trabalhar com graus e usar essa unidade de medida com o resto da obra.

A inclinação de telhado segue o desenho da obra, dependendo dele para ser estabelecida fielmente, por isso, a melhor forma de calculá-la é através do percentual em relação à metragem da estrutura.

Funciona assim: se a inclinação de telhado recomendada pelo seu fabricante é de 10%, isso significa que a cada 100 centímetros de estrutura o seu telhado deve subir 10 centímetros.

O mesmo vale com as outras inclinações de telhado. Se a recomendação do tipo de telha é de 30%, a cada 100 centímetros de estrutura o telhado deve subir 30, e assim sucessivamente. É recomendado o uso da unidade centímetros, já que fica mais fácil entender e visualizar o quanto o seu telhado deve aumentar de tamanho em relação à sua estrutura.

O tipo de telha

O tipo da telha a ser usada é geralmente o que define a inclinação de telhado. Cada tipo tem sua inclinação ideal, que normalmente conta com um intervalo de variação que deve ser seguido.

Não usar a inclinação de telhado recomendada pelo fabricante causará problemas com goteiras, infiltrações e o comprometimento de toda a sua estrutura e telhas.

As inclinações mais comuns são:

  • Telhas cerâmicas: de 30% a 40%, dependendo do seu tipo e tamanho;
  • Telhas de concreto: de 30% a 40%, como as cerâmicas;
  • Telhas de fibrocimento: 10% a 30%, mas alguns tipos (como o calhetão) podem chegar a 5%;
  • Telhas galvanizadas: 3%, devido à sua qualidade metálica;

Acessórios no telhado

Ao construir um telhado, deve-se analisar também a posição correta das cumeeiras. Imagem: Home Advice Guide

Outros cálculos devem ser realizados dependendo da estrutura do seu telhado, se ele é meia água, duas, quatro, etc. Esses outros cálculos servem para que você possa saber a posição das cumeeiras, as telhas curvadas que devem ser posicionadas na parte mais alta do telhado, e também o quanto o telhado ultrapassará os limites da parede. Aproveite os cálculos e a análise da inclinação de telhado para instalar as calhas na melhor posição possível.

Mas muito cuidado! A inclinação de telhado é assunto sério, lembre-se sempre de revisar os cálculos, e, se possível, consulte a opinião de um profissional para não correr riscos.

Gostou desse artigo? Confira nosso blog e nossa página no Facebook para mais dicas de construção e decoração!