5 de julho - 2017  

4 dicas para não errar no assentamento de piso

Todo mundo sabe que um piso mal assentado vai causar um monte de problemas para os moradores no futuro, isso se não causar transtorno na hora de entregar a obra, com o mestre de obras ou os donos da casa entrando na sala no meio do trabalho e vendo que o assentamento de piso tá todo errado. Ninguém merece!

Então, pra evitar essas preocupações, você tem que prestar muita atenção no assentamento de piso. Para te ajudar, a gente trouxe neste post 4 dicas para usar na hora de assentar os pisos e ainda evitar dor de cabeça. Continue lendo para descobrir quais são elas!

Dicas para um assentamento de piso sem segredo:

Dica 1: planejamento

Sem planejar direitinho, quase nada sai certo na obra. E isso não é diferente para o assentamento de piso.

Planejando o assentamento de piso você diminui as chances de errar e ainda economiza nos materiais. Imagem: DIY Network.

Quando for planejar o assentamento de piso, você precisa, antes de tudo, pensar bem em qual será a área coberta pelos pisos e fazer uma boa preparação para não ter problemas no alinhamento dos pisos ou azulejos que você vai colocar. Use cruzetas para facilitar e não deixar o piso torto.

Preste atenção ao layout que será utilizado no assentamento de piso. O layout nada mais é do que a forma em que os pisos serão assentados e que efeito visual eles irão causar após a aplicação de todas as peças. Ou seja, se serão assentados em linha reta, na diagonal, intercalados, etc. O mesmo vale para a “peça de partida”, isto é, de onde o assentamento será iniciado. É importante verificar qual é o canto que ficará mais em evidência ao entrar no cômodo. Assim, é preferencial deixar a peça de partida para o canto mais visível e os recortes de peças “escondidos” atrás de portas, embaixo de móveis, armários, entre outros.

Tudo planejado? Então já está quase na hora de começar a assentar os pisos,mas, antes de tudo, alguns outros cuidados:

Dica 2: limpeza do contrapiso

Essa dica é de longe a mais fácil de seguir na hora de fazer o assentamento de piso. Tudo o que você vai ter que fazer é ser bom na limpeza.

Limpar o contrapiso corretamente vai garantir melhor aderência da argamassa de assentamento e, consequentemente, do piso, evitando retrabalhos.

Antes de aplicar a massa, no chão que será assentado o piso, o contrapiso precisa estar bem limpo, sem poeira, restos de madeiramento, tinta, e por aí vai.

Essa limpeza da base garante que a argamassa, que vai por baixo do piso, fique bem fixada. Seguindo esta dica, você evita que o assentamento de piso inteiro fique comprometido. Porém, tome cuidado: se necessário, utilize escovas de aço para tirar a parte mais grossa da sujeira do contrapiso e depois varra de novo com uma vassoura de náilon ou piaçava.

Deixar tudo limpo (principalmente o contrapiso) é muito importante mesmo! Mas ainda dá para se preparar melhor antes de começar a assentar o piso

Dica 3: as ferramentas certas para o assentamento de piso

Para fazer um bom assentamento de piso você não precisa de tantas coisas, mas também não pode improvisar. Trabalhar sem as ferramentas certas para assentar o piso é igual trabalhar sem equipamentos de segurança: não dá!

Usando as ferramentas destinadas ao assentamento de piso, seu trabalho rende muito mais! Imagem: The Balance.

Para cortar os pisos, você vai precisar de um cortador de piso profissional e/ou uma serra circular, por causa dos cortes retos e irregulares necessários para fazer tudo encaixar no assentamento de piso. Tome muito cuidado com essas ferramentas! Elas são perigosas e devem ser usadas sempre com responsabilidade e com os EPIs (Equipamento de Proteção Individual) indicadas, como óculos e luvas.

Agora que você já tem o layout definido e as peças cortadas, vamos para a etapa de assentamento de piso. A desempenadeira dentada de aço é ideal para a aplicação da argamassa colante, usada normalmente para assentar cerâmica e até madeira.

Você também irá precisar de um martelo de borracha para pisos, para fixar bem as peças no chão, e, é claro, de cruzetas de plástico para não fazer um assentamento de piso torto. Isso também vai facilitar na hora de aplicar o rejunte nos pisos. Lembre-se que a espessura das cruzetas já foi previamente definida no projeto do layout.

Se precisar fazer furos, uma furadeira elétrica com brocas para piso vai resolver seus problemas. Mas cuidado! Quando for fazer um assentamento de piso de cerâmica, por exemplo, você deve ir com muita calma e usar preferencialmente brocas tubulares na hora de perfurar os pisos, pois elas podem se quebrar.

Mas do que adianta a ferramenta certa se a argamassa não colabora? Por isso, um dos pontos mais importantes no assentamento de piso é…

Dica 4: escolha uma argamassa de qualidade

Escolher uma argamassa de qualidade é importante para qualquer obra, e, para o assentamento de piso é ainda mais! Assim você evita que todo o seu trabalho vá por água abaixo na hora da inspeção ou poucos meses depois de terminado.

Uma argamassa de qualidade conta muito na hora de fazer um assentamento de piso de qualidade. Imagem: DIY Network

Se a argamassa não for de primeira, não vai se fixar no piso base e, alguns meses depois, todo o trabalho de assentamento de piso pode começar a rachar e a se soltar do chão. Vale conferir também qual é argamassa correta para cada aplicação.

Além da argamassa, o cimento também precisa ser de primeira qualidade. De nada adianta tomar todos os cuidados se o contrapiso não foi feito com o cimento adequado. Aliás, o próprio piso ou contrapiso que você está assentando tem que ser de boa qualidade para evitar problemas e oferecer a maior segurança. Imagine só, uma lasca de cerâmica ou um taco escapar sem ninguém ver. Isso pode causar um acidente sério e ainda te dar o trabalho de refazer o trabalho!

Então fique atento! Faça como você já faz com o Cimento Montes Claros: procure só por materiais de primeira qualidade para assentamento de piso e fique com a consciência tranquila!

Quer ter sempre as melhores dicas para a sua obra? Então não deixe de conferir nosso outros posts!